Nome:
E-mail:
Mensagem:
 
    Caso não tenha encontrado algum produto de seu interesse, por favor, informe no formulário abaixo.
     
Nome:
E-mail:
Produtos:
 
     
 
Home    Artigos    Empresa Promoçoes    Catalogo    Contato
 Políticas da Empresa    Manuais Cadastro    Loja   
 
 
 
 
  NÃO ENCONTROU O PRODUTO QUE PROCURAVA? FAÇA UMA BUSCA EM NOSSO CATALOGO. CASO NÃO ENCONTRE, CLIQUE AQUI.
 
 
 


  * Muito Raras
  Acer / Maple
  Aquaticas
  Arbustos
  Árvores
  Bambú
  Bonsai
  Cogumelos
  Coniferas
  Ervas
  Ervas Orientais
  Especiais para brotos
  Eucaliptos
  Ferramentas
  Frutíferas
       #  Berry (Cerejas)
       #  Melões e Melancias
       #  Passiflora (Maracujás)
  Gigantes da Natureza
  Gramineas e Rasteiras
  Grãos
  Kits para germinação
  Livros
  Medicinal
  Mudas, Bulbos e Rizomas
  Outras Espécies
       #  Abóboras e Abobrinhas
  Palmeiras
  Pet Ervas - Alimentação animal
  Substratos e Hormônios
  Suculentas e Cactaceas
  Trepadeira
  Tropicais
  Vegetais
       #  Alcachofras
       #  Beringelas
       #  Beterrabas
       #  Cebolas
       #  Cenouras
       #  Couver Flor e Brócolis
       #  Milhos
       #  Mini Vegetais
       #  Pimentas e Pimentões
       #  Rabanetes
       #  Tomates
       #  Vegetais Gigantes
       #  Vegetais Heirloom
 

SEMENTE(S) DE BEAUCARNEA GRACILIS
SEMENTE(S) DE CAUDA DE PONEI

 

NOMENCLATURA BOTÂNICA: BEAUCARNEA GRACILIS
NOME COMUM: SOTOLIN, DASYLIRION GRACILIS, CAUDA DE PONEI MEXICANO, PATA DE ELEFANTE DO VALE DE TEHUACAN.
FAMILIA: RUSCACEAE
ORIGEM: MÉXICO
ALTURA: ENTRE 4,50 – 6,00 METROS DE ALTURA E BASE DE TRONCO COM ATÉ 2,50 METROS EM DIÂMETRO.
LUMINOSIDADE: PLENO SOL
PODE SER CULTIVADA EM TODAS AS REGIÕES DO BRASIL, NECESSITA PROTEÇÃO CONTRA GEADAS.


ESPÉCIE RARA PARA BEAUCARNEA, ORIGINÁRIA DE REGIÕES SEMI- ÁRIDAS E DESÉRTICAS, MAIS PRECISAMENTE DO VALE DE TEHUACAN NO MÉXICO.

A BASE DO TRONCO É MUITO INCHADA E DILATADA, TIPICAMENTE COMO UMA PATA DE ELEFANTE EXAGERADA, AS FOLHAS SÃO ESTREITAS E DURAS, MUITO MAIS FINAS QUE OUTRAS BEAUCARNEAS, EM TONALIDADE DE VERDE-AZULADO, APRESENTANDO RAMIFICAÇÃO NO TRONCO AINDA JOVEM.

A ESPÉCIE VEM SENDO INAPROPRIADAMENTE RETIRADA DE SEU HABITAT PARA USO COMO PLANTA ORNAMENTAL E COLOCANDO A ESPÉCIE EM ALERTA DE PERIGO NA NATUREZA.

A ESPÉCIE DESCRITA PELA PRIMEIRA VEZ, EM 1861, POR CHARLES LEMAIRE, PREFERE SEU CULTIVO EM SOLOS BEM DRENADOS, POUCA ÁGUA E PLANTIO A PLENO SOL. EXEMPLARES MAIS VELHOS PODEM ALCANÇAR ATÉ DOIS METROS E MEIO DE DIÂMETRO DE TRONCO.

UM BELISSIMO EXEMPLAR QUE PODE SER PLANTADO EM INTERIORES BEM ILUMINADOS, EM VARANDAS, EM PLANTIO ISOLADO OU EM CONJUNTO COM EXEMPLARES DO MESMO GÊNERO E CACTACEAS, FORMANDO JARDINS DE PEDRA EXTREMAMENTE EXÓTICOS.

PLANTA QUE APÓS BEM ESTABELECIDA NÃO REQUER CUIDADOS E É DE BAIXA MANUTENÇÃO. SUA EXIGÊNCIA É O PLANTIO EM SOLOS QUE PROMOVAM BOA DRENAGEM E POUCA OU NENHUMA ÁGUA DURANTE O INVERNO.

ESPÉCIE DE FÁCIL GERMINAÇÃO E CULTIVO, EXTREMAMENTE GRATIFICANTE E DE RARA BELEZA.

clique na imagem para ampliar
BEAUCARNEA GRACILIS - CAUDA DE PONEIBEAUCARNEA GRACILIS - CAUDA DE PONEIBEAUCARNEA GRACILIS - CAUDA DE PONEIBEAUCARNEA GRACILIS - CAUDA DE PONEI
BEAUCARNEA GRACILIS - CAUDA DE PONEIBEAUCARNEA GRACILIS - CAUDA DE PONEIBEAUCARNEA GRACILIS - CAUDA DE PONEIBEAUCARNEA GRACILIS - CAUDA DE PONEI

Quantidade: