Nome:
E-mail:
Mensagem:
 
    Caso não tenha encontrado algum produto de seu interesse, por favor, informe no formulário abaixo.
     
Nome:
E-mail:
Produtos:
 
     
 
Home    Artigos    Empresa Promoçoes    Catalogo    Contato
 Políticas da Empresa    Manuais Cadastro    Loja   
 
 
 
 
  NÃO ENCONTROU O PRODUTO QUE PROCURAVA? FAÇA UMA BUSCA EM NOSSO CATALOGO. CASO NÃO ENCONTRE, CLIQUE AQUI.
 
 
 


  * Muito Raras
  Acer / Maple
  Aquaticas
  Arbustos
  Árvores
  Bambú
  Bonsai
  Cogumelos
  Coniferas
  Ervas
  Ervas Orientais
  Especiais para brotos
  Eucaliptos
  Ferramentas
  Frutíferas
       #  Berry (Cerejas)
       #  Melões e Melancias
       #  Passiflora (Maracujás)
  Gigantes da Natureza
  Gramineas e Rasteiras
  Grãos
  Kits para germinação
  Livros
  Medicinal
  Mudas, Bulbos e Rizomas
  Outras Espécies
  Palmeiras
  Pet Ervas - Alimentação animal
  Substratos e Hormônios
  Suculentas e Cactaceas
  Trepadeira
  Tropicais
  Vegetais
       #  Alcachofras
       #  Beringelas
       #  Beterrabas
       #  Cebolas
       #  Cenouras
       #  Couver Flor e Brócolis
       #  Milhos
       #  Mini Vegetais
       #  Pimentas e Pimentões
       #  Rabanetes
       #  Tomates
       #  Vegetais Gigantes
       #  Vegetais Heirloom
 

SEMENTE(S) DE MELILOTUS OFFICINALIS
SEMENTE(S) DE TREVO DE MEL, TREVO AMARELO AROMÁTICO, LOTUS DO MEL

 

NOMENCLATURA BOTÂNICA: MELILOTUS OFFICINALIS
NOME COMUM: MELILOTO, SWEERCLOVER, TREVO DE MEL, TREVO AMARELO AROMÁTICO, LOTUS DO MEL, FLOR DO MEL, FLOR DE FENO, COROA DE REI
FAMILIA: FABACEAE
ORIGEM: REGIÃO EUROPA E ÁSIA
ALTURA: 0,70 - 1,20 METRO
LUMINOSIDADE: PLENO SOL
CLIMA: VER DESCRIÇÃO


MEDICINAL - APICULTURA - VEGETAL COMESTÍVEL - ARBUSTO - REGENERA O SOLO - AROMÁTICA

A ESPÉCIE É MAIS COMUMENTE CONHECIDA COMO FLOR DO MEL, AMPLAMENTE REVERENCIADA EM FUNÇÃO DAS SUAS PROPRIEDADES MEDICINAIS RELACIONADAS AO TRATAMENTO DA CIRCULAÇÃO SANGUÍNEA. COM UM AROMA BEM CARACTERÍSTICO A PLANTA É EFICAZ NO TRATAMENTO DE PROBLEMAS CIRCULATÓRIOS.

HISTÓRIA:
O MÉDICO ROMANO DE ORIGEM GREGA, JÁ MENCIONAVA O MELILOTO (MELILOTUS OFFICINALIS) EM 130 - 201 D.C. ATRIBUINDO-LHE PROPRIEDADES ANTITUMORAIS E ANTI-INFLAMATÓRIAS. UTILIZAM-SE PARA FINS TERAPÊURICOS AS PARTES AÉREAS FRESCAS OU SECAS.

CONSTITUINTES E PROPRIEDADES:
CONTÉM FLAVONOIDES, ÁCIDOS FENÓLICOS (ÁCIDO MELILÓTICO E ÁCIDO CAFEICO) CUMARINAS, SAPONÓSIDOS, COMPOSTOS AROMÁTICOS EM USO INTERNO, EM FORMA DE INFUSÃO, É ANTI-ESPAMÓDICA, DIURÉTICA, ANTICOAGULANTE, SEDATIVA, ANTI-INFAMATÓRIA, SOBRETUDO PARA TRATAR PROBLEMAS DE VISTA, ENXAQUECAS CAUSADAS POR TENSÃO NERVOSA, MENSTRUAÇÕES DOLOROSAS, MELHORA A CIRCULAÇÃO VENOSA E LINFÁTICA, SENDO ÚTIL NO TRATAMENTO DE PERNAS E PÉS INCHADOS, DEVIDO À AÇÃO DOS FLAVONÓDES É VASO PROTETORA, DE AÇÃO VENOTONICA.

DESCRIÇÃO E HABITAT
TAL COMO TODAS AS LEGUMINOSAS O MELILOTO É UM EXCELENTE FIXADOR DE AZOTO NO SOLO E MUITO ATRAENTE PARA AS ABELHAS. É UMA PLANTA ESPONTÂNEA, GOSTA DE SOLOS CALCÁRIOS E ARENOSOS, PODENDO TAMBÉM SER ENCONTRADA EM TERRENOS ARGILOSOS, CRESCE NA BEIRA DE CAMINHOS DE TERRENOS INCULTOS OU CULTIVADOS, NO MEIO DE ENTULHOS. É COMUM NAS REGIÕES TEMPERADAS DA ÁSIA E NATURALIZADA NA AMÉRICA DO NORTE.

ESTA ESPÉCIE TEM UMA RELAÇÃO SIMBIÓTICA COM CERTAS BACTÉRIAS DO SOLO, ESTAS BACTÉRIAS FORMAM NÓDULOS NAS RAÍZES E FIXAM NITROGÊNIO ATMOSFÉRICO. PARTE DESSE NITROGÊNIO É UTILIZADO PELA PLANTA EM CRESCIMENTO, MAS ALGUNS TAMBÉM PODEM SER USADOS POR OUTRAS PLANTAS QUE CRESCEM NAS PROXIMIDADES.

AS PLANTAS ESTABELECIDAS SÃO TOLERANTES À SECA.

CURIOSIDADES:
Quando é fermentado, o trevo-amarelo produz a substância dicumarol, um poderoso anticoagulante. A descoberta ocorreu na década de 1920, quando um surto de morte de bovinos ocorreu no Canadá e Estados Unidos. A maioria dos gados sofriam graves hemorragias ao passarem por alguns pequenos procedimentos simples, como a castração. Em 1921, Frank Schofield, um patologista veterinário, determinou que o gado estava ingerindo feno estragado composto de trevo-doce e que isso estava funcionando como um potente anticoagulante. Em 1929, o veterinário LM Roderick demonstrou que a condição se devia à falta de funcionamento da protrombina (proteína plasmática inativa, precursora da trombina e essencial para a coagulação sanguínea). Em 1933, Karl Paul Link e seu laboratório de químicos da Universidade de Wisconsin, nos EUA, se esforçou para isolar e caracterizar o agente hemorrágico do feno estragado. Foram necessários cinco anos para que o complexo fosse caracterizado. O anticoagulante foi denominado dicumarol. O fato foi precursor da descoberta da droga Coumadin (varfarina). O DICUMAROL É USADO EM VENENOS DE RATO.

OUTROS USOS:
AS FOLHAS SECAS SÃO USADAS COMO REPELENTE DE INSETOS, ESPECIALMENTE TRAÇAS DE ROUPAS.
AS FOLHAS E FLORES JOVENS SÃO COMIDAS EM SALADAS OU COZIDAS COMO UM VEGETAL, SOMENTE FOLHAS E FLORES FRESCAS.

ALTAMENTE RECOMENDADA PARA APICULTORES:
AS PLANTAS SÃO RICAS EM PÓLEN E UMA EXCELENTE FONTE DE NÉCTAR PARA AS ABELHAS. MELILOTUS OFFICINALIS GERALMENTE INICIA O FLORESCIMENTO 3 MESES APÓS O PLANTIO E PERMANECEM FLORIDAS POR ATÉ 4 MESES, DEPOIS SECAM E MORREM DEIXANDO CAIR MILHARES DE SEMENTES PARA RENOVAR A CULTURA E REINICIAR O PROCESSO.

LINK PARA ARTIGO REPLETO DE INFORMAÇÕES SOBRE A ESPÉCIE:
https://www.nrcs.usda.gov/Internet/FSE_PLANTMATERIALS/publications/idpmcpg10359.pdf

clique na imagem para ampliar
MELILOTUS OFFICINALIS - TREVO DE MEL, TREVO AMARELO AROMÁTICO, LOTUS DO MELMELILOTUS OFFICINALIS - TREVO DE MEL, TREVO AMARELO AROMÁTICO, LOTUS DO MELMELILOTUS OFFICINALIS - TREVO DE MEL, TREVO AMARELO AROMÁTICO, LOTUS DO MELMELILOTUS OFFICINALIS - TREVO DE MEL, TREVO AMARELO AROMÁTICO, LOTUS DO MEL
MELILOTUS OFFICINALIS - TREVO DE MEL, TREVO AMARELO AROMÁTICO, LOTUS DO MELMELILOTUS OFFICINALIS - TREVO DE MEL, TREVO AMARELO AROMÁTICO, LOTUS DO MELMELILOTUS OFFICINALIS - TREVO DE MEL, TREVO AMARELO AROMÁTICO, LOTUS DO MELMELILOTUS OFFICINALIS - TREVO DE MEL, TREVO AMARELO AROMÁTICO, LOTUS DO MEL

Quantidade: